O manejo do solo cafeeiro pode ser uma preocupação para alguns produtores rurais. O café é uma cultura agrícola histórica muito importante para o Brasil, e hoje em dia não é diferente. O país é um dos maiores produtores e exportadores de café do mundo e o nosso café é reconhecido pela sua alta qualidade.

 Para garantir uma boa produtividade na safra de café é preciso ter muito cuidado e fazer corretamente o manejo do solo cafeeiro. Algumas ferramentas podem auxiliar o produtor rural a fazer a preparação correta do solo.

  A preservação do solo deve ser uma prioridade na hora de pensar na qualidade atual e de safras futuras de café. É muito importante preservar e fazer a preparação correta do solo para que possa receber as sementes. Seguindo alguns critérios básicos de manejo do solo podemos garantir uma lavoura de alta qualidade, evitando desperdícios e aumentando os lucros.

Tipos de solo cafeeiro

Plantação de café

  Para saber como fazer a preparação do solo cafeeiro antes de plantar é preciso considerar as características que ele possui. Antes de escolher lugar da plantação é importante levar em consideração algumas características da região como o clima e a topografia da área.

  Estes fatores devem ser considerados porque alguns tipos de café têm melhor desenvolvimento em climas tropicais, e em áreas mais planas.  Estas características devem ser observadas e adequadas de acordo com o tipo de café escolhido para a plantação.

  Isso não quer dizer que você não poderá plantar em regiões que tenham características diferentes das recomendadas. Mas significa que você terá um custo maior, pois terá que investir em processos para a adaptação da cultura e pode ter o risco de comprometer a qualidade da lavoura.

  Calagem do solo

Calagem do Solo

  A calagem é um processo de preparação do solo no qual é feita a aplicação de calcário com o objetivo de diminuir a acidez do solo, aumentando o ph e ao mesmo tempo fornecer cálcio e magnésio para as plantas. A acidez do solo precisa estar entre 5,5 a 6,5, pois é quando as plantas conseguem absorver todos os nutrientes que necessitam para se desenvolver.

  O processo de calagem neutraliza o alumínio, uma substância que é tóxica para algumas plantas. É um processo extremamente importante, pois os solos brasileiros possuem uma grande quantidade de alumínio. Sendo assim, a calagem faz com que as plantas façam um aproveitamento adequado dos nutrientes do solo.

  Para que este processo seja feito, primeiro é necessário coletar amostras de diferentes partes do solo e definir o tipo de calcário que ele possui. Após a análise dessas amostras, é feita a definição da dose de calcário que será aplicada. E posteriormente, deve ser feita a aplicação no solo, que geralmente é feita três meses antes do plantio. É importante seguir normas básicas de segurança.  

   Gessagem

Gessagem do Solo

  Quando a calagem não reduz a acidez do solo temos a alternativa de gessagem. Geralmente a acidez do solo não é corrigida quando temos cafezais já formados o que faz com que a incorporação do corretivo seja inviável. Consequentemente o cafeeiro irá absorver mais os nutrientes da superfície do solo, fazendo com que a planta sinta de forma mais intensa os efeitos da estiagem.

  Se antes do plantio o solo necessitar de calagem ou gessagem, primeiro deve ser feito a calagem e posteriormente o gesso deve ser distribuído como forma de adubagem a lanço. Pode-se usar também produtos comerciais específicos de acordo com cada tipo de solo e de suas necessidades.

  A gessagem de maneira geral não modifica o ph do solo e não é uma técnica substituta da calagem. Ela pode ser usada como uma técnica complementar de preparação do solo. Todas as decisões devem ser tomadas numa etapa de planejamento e seus efeitos devem ser observados durante todo o cultivo da lavoura.  

 Adubação do solo 

Adubadeira

  A adubação do solo é importante para levar nutrientes essenciais para o bom desenvolvimento de uma lavoura. Esta prática é necessária porque alguns tipos de solo apresentam uma grave deficiência de nutrientes. Não fazer a adubação do solo irá comprometer de forma negativa toda a estrutura da lavoura.

  No Brasil, a maior parte dos solos possuem deficiência de elementos como fósforo, potássio, magnésio, boro entre outros nutrientes. O que pode ser um grande problema para uma plantação, pois ela não terá capacidade de absorver todos os nutrientes que precisa para crescer saudável.

  Através da análise do solo é possível saber quais são os nutrientes que cada solo necessita. E por meio da técnica de adubação é possível levar ao solo esses nutrientes que estão em falta por meio da aplicação de adubos ou fertilizantes agrícolas, garantindo um desenvolvimento pleno e eficiente da plantação.  

Adubação de correção

  A adubação por correção é um processo feito para corrigir a falta de nutrientes do solo. Para saber as quantidades de nutrientes que devem ser aplicadas é preciso verificar aspectos da análise do solo, que irão auxiliar neste tipo de decisão. Pois para cada tipo de solo são necessárias diferentes dosagens de nutrientes e minerais.

  Para chegar à conclusão sobre a necessidade de correção do solo, algumas etapas devem ser seguidas. Primeiro o problema do deve ser diagnosticado, a quantidade de nutrientes que será aplicada deverá ser mensurada de acordo com os critérios agrícolas e posteriormente deverá ser feita a sua aplicação no solo.

Adubação de formação e Poda do cafeeiro

  A adubação de formação é realizada após plantio. Esse tipo de adubação tem o objetivo de fornecer nitrogênio as plantas durante os primeiros anos da sua aplicação. Ela supre as necessidades nutricionais da planta fazendo com que possa haver um desenvolvimento saudável da lavoura.

  É importante observar qual é a maneira correta de podar o cafeeiro de acordo com as características de cada plantação. A época em que a poda será realizada também é um fator essencial para a qualidade da produção. Portanto é essencial estar atento e respeitar esses fatores.

Doenças e pragas do solo cafeeiro

  Antes de iniciar uma plantação de café é necessário pensar em ações que ajudem a evitar doenças e pragas do solo. Existem algumas pragas que são bastante comuns como, por exemplo, a broca-do-café, uma praga que ataca os frutos do café em qualquer estágio da plantação. Uma infestação de broca-do-café pode comprometer severamente o resultado final de uma colheita.

  A ferrugem do cafeeiro é uma das doenças mais comuns que atingem as plantações de café. Ela é causada por um fungo que ataca as folhas do cafeeiro causando a aparição de pústulas com uma coloração e aspectos semelhante à ferrugem. Se a infestação de ferrugem do cafeeiro não for controlada pode haver uma grande perda na lavoura. Mas a melhor forma de se proteger é investir em prevenção.

  Uma ótima forma de prevenir a sua lavoura da ação de pragas e doenças do campo é fazer um investimento em sementes de qualidade que garantem o bom desenvolvimento de uma safra. Além de observar outros aspectos referentes ao solo através de análise e tomar as medidas que julgar necessárias para o sucesso da colheita.

Equipamentos auxiliares para o solo cafeeiro

Moto Carreta

 Existem diversos equipamentos agrícolas disponíveis no mercado que ajudam a auxiliar no preparo do solo para uma lavoura de café. Nesta etapa, mais uma vez o produtor deve observar as necessidades de sua plantação ao decidir qual investimento em equipamentos deverá fazer.  

 A Moto Roçadeira da JC Triciclos Agrícolas é utilizada para fazer o preparo do terreno antes do plantio ou para fazer a manutenção da limpeza após o início da plantação. Ela é ideal para áreas rurais de grande extensão e para pequenos produtores rurais que desejam obter um resultado rápido e eficiente.

  A Moto Roçadeira possui outras funcionalidades que serão muito úteis em uma plantação. Além de ser roçadeira o triciclo agrícola também pode fazer as funções de Pulverizadora, Adubadeira, Mexedor de Café, Carretinha, Grade Aradora, Escavadeira, Betoneira, etc.

Funções da Moto Roçadeira da JC Triciclos e seu uso no solo cafeeiro

Roçadeira

  Utilizando a função mexedora de café é possível revolver o café de maneira rápida e eficiente. É preciso mexer o café pelo menos oito vezes ao dia dependendo da posição do sol. Fazer isso manualmente leva muito tempo e se torna totalmente inviável quando o produtor precisa economizar seu tempo para resolver outras questões da lavoura.

  Usando a Moto Carreta o produtor agrícola pode arrastar o café já colhido para consequentemente fazer a preparação final do produto. Também é uma forma de economizar tempo, pois o serviço é feito de forma muito rápida. A Moto Roçadeira da JC Triciclos é um ótimo investimento para os produtores rurais. Por poder possuir mais várias outras funcionalidades acopladas ao mesmo triciclo, o preço final do investimento pode ser considerado baixo. Contudo, ela possui garantia total de qualidade, praticidade e segurança, além de possuir muitas facilidades no manejo de todas as suas funcionalidades.


0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir chaat
Me chame no whatsapp.